O Câncer de tireoide e a recidiva nos linfonodos cervicais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Prancheta 2 cópia5

A recidiva de um câncer ocorre quando mesmo depois de operado e tratado ele volta a aparecer. Muitas vezes , a manifestação do retorno da doença se faz pelo aparecimento linfonodos cervicais mais evidentes.
🦋
O risco desta recidiva pode ser avaliado logo após a cirurgia de retirada do tumor, através da análise dos resultados da biópsia e dos exames de sangue. Normalmente, elas acontecem nos primeiros anos após o tratamento do tumor primário.
🆘
Durante os primeiros 10 anos, o paciente deve ser acompanhado semestralmente para avaliações e prévio diagnóstico da recidiva. O protocolo sugere exames de acompanhamento como o ultrassom de tireoide com doppler colorido, aliados aos exames de sangue com marcadores de câncer.
🤓
Se durante o acompanhamento, o oncologista identificar a irregularidade dos linfonodos encaminhará o paciente para a biópsia, que é feita pelo exame: ultrassom com PAAF (punção aspirativa por agulha fina).
📍
A combinação do laudo com a análise deste material coletado, mais o exame clínico de sangue definirá se houve ou não a recidiva. Os exames de PCI (pesquisa de corpo inteiro) e o próprio Pet-scan podem ser solicitados também.
👇🏻
Com o diagnóstico confirmado, o paciente será encaminhado para a cirurgiã de cabeça e pescoço e fará nova cirurgia quando indicada.
😊
Ficou tudo esclarecido? Então me ajude a divulgar esta informação clicando no aviãozinho!

Dra Yasmin Guimarães

Dra Yasmin Guimarães

Cirurgiã de Cabeça e Pescoço

Deixe um comentário